AJUDANDO VOCÊ A ENCONTRAR O CAMINHO.
 Principal
 Oráculos
 Numerologia
 Magias e Rituais
 Cursos
 Astrologia
 Ciganos
 Tarô
 Baralho Cigano
 Runas
 Jogo de Búzios
 Loja Virtual
 Horóscopo Cigano
 Horóscopo Egipcio
 Horóscopo Árvores
 Cromoterapia
 Aromaterapia
 Feng Shui
 Orixás
 Matérias
 Fale Conosco
 Trabalhe Conosco
  Runas

A palavra runa significa segredo ou mistério. Cada uma das runas representa muito mais que uma simples letra de um alfabeto, pois nelas estão representados símbolos sagrados, que contêm uma energia própria ligadas a deuses da mitologia nórdica.

As runas lembram pedras pré-históricas gravadas por povos antigos que não conheciam a escrita, por isso foram usadas originalmente como meio de comunicação e apenas mais tarde para finalidades mágicas.

O alfabeto rúnico é conhecido como futhark (tem ligação com os sons das primeiras xxxxxxx) e foi utilizado pelos povos germânicos (Suécia, Dinamarca e Noruega) entre os séculos III e XVII a.C.

Conta à lenda que Odin (vento ou espírito), chefe dos deuses Nórdicos, se entregou a um ritual sacrificante para ser o conhecedor dos mistérios mágicos. Para tal Odin ficou pendurado nove dias e nove noites de cabeça para baixo na árvore do conhecimento (Yggdrasiel) com sua lança (Gungrim) no pescoço. Ao final do ritual viu as runas e as tomou para si. Pediu permissão para beber na fonte do conhecimento (Mimir) e ofertou um dos seus olhos para isso.

Odin possuía dois corvos: pensamento (Hugin) e memória (Munim) que vigiavam a tudo e lhe contavam o que estava acontecendo o que passou no mundo. Possuía também dois lobos que o protegiam. Havia também um cavalo lendário (Sleipnir) com oito patas que se locomovia entre o mundo terreno (humano) e o espiritual (divino).

Odin não era exatamente um guerreiro, mas inspirava os guerreiros a se lançarem freneticamente na batalha sem nenhum sentimento ou temor.
Os praticantes de runas eram conhecidos como rumenal, arte de usar o alfabeto rúnico para se obter respostas (oráculo).

As runas são divididas em três partes conhecidas como "aett". Cada parte é composta por oito símbolos:

1) Aett: relacionada com a divindade da fertilidade (Freyr) e criatividade (Freyja).

2) Aett: relacionada com o deus da proteção (Nemudal) e a deusa guardiã das entradas do mundo subterrâneo (Mordgrid).

3) Aett: relacionada com o deus Tyr e sua companheira Zina, guerreiros que resguardam a autodefesa do indivíduo;
A primeira aett corresponde as runas: Fichu, Uruz, Thurisaz, Ansuz, Riado, Kano, Gebo e Wunjo.
A segunda aett corresponde as runas: Magalaz, Nauthiz, Isa, Jera, Eihwaz, Perth, Algiz e Sowelu.
A terceira aett corresponde as runas: Teiaz, Derkano, Ehwaz, Mannaz, Lagriz, Inguz, Othila e Dagaz.

 

  


Para melhor visualização utilize um dos navegadores abaixo,
na resolução mínima 800x600 pxl.

Downloads: Internet Explorer ou   Firefox
Magia de Amor - Todos os direitos reservados  
© Copyright - ( 2017 ) - Proibida a Reprodução
Fone: (11) 2796-4135 
E-mail: contato@magiadeamor.com.br    
Desenvolvido por: www.comercialweb.com.br